Matrimônio

Sacramento do Matrimônio

É pelo matrimônio que o homem e a mulher batizados se entregam e se recebem mutuamente, pelo bem do casal e educação dos filhos.

As propriedades essenciais do matrimônio são a unidade, que na aliança conjugal o homem e a mulher “já não são dois, mas uma só carne” (Mt 19,6), e a indissolubilidade, que representa uma união para a vida toda e confere particular firmeza ao matrimônio cristão.

NORMAS MATRIMONIAIS 

Processo:

O processo deve ser iniciado com 8 meses antes da data da celebração e no mínimo com 60 dias de antecedência. Em caso de transferência no mínimo com 90 dias de antecedência.

Documentos:

  • Certidão de batismo – (atualizada e original) – (Retirar na paróquia em que foi realizado o batismo). (Validade de 6 meses);
  • Certidão da preparação para casais (Validade de 6 meses);
  • Xerox da certidão de nascimento ou RG;
  • Xerox da Lembrança da Primeira Eucaristia;
  • Xerox da Lembrança da Crisma;
  • Xerox do comprovante de residência;
  • Xerox certidão de casamento civil ou declaração original do cartório.

Preparação:

Preparação será feita com a pastoral familiar. A inscrição é feita na secretaria, ao dar entrada no processo do matrimônio.

Matrimônio
HORÁRIOS

Aos sábados às 10h30 e às 16h00

OS MATRIMÔNIOS SÃO REALIZADOS NAS CAPELAS:

Matriz, Capela São Gabriel, Capela Santíssima Mãe de Deus, Capela Imaculada Conceição, Capela São José, Capela Sagrado Coração de Jesus, Capela São Paulo Apóstolo, Capela Santa Terezinha do Menino Jesus e Capela Santa Rosa de Lima.

Ficando de ser verificado a disponibilidade das capelas.

PAGAMENTO:

  • R$ 450,00 (pelo processo, celebração e uso da igreja);

(R$ 225,00 no agendamento da data (valor não será devolvido caso desistência) e os outros R$ 225,00 até quinze dias antes do matrimônio).

 

EM CASO DE TRANSFERÊNCIA PARA OUTRA PARÓQUIA

Há uma taxa de R$ 220,00 pelo processo e transferências realizados, a ser pago nesta paróquia. E na paróquia onde será realizada a celebração do matrimônio pagam-se as taxas previstas naquela paróquia.

JURAMENTO:

O juramento será marcado pela secretaria (45 dias antes da celebração) e avisado aos noivos. A confissão, os noivos fazem mais próximo ao matrimônio.

QUANTO À DECORAÇÃO:

  • A decoração poderá acontecer a partir das 08h30 para o matrimônio das 10h30 e a partir das 13h30 para o matrimônio das 16h00;
  • A paróquia não se responsabiliza por acidentes após a instalação da decoração. A responsabilidade é da empresa contratada;
  • Nenhum móvel poderá ser movimentado ou retirado do local, como bancos, ambão, altar, entre outros;
  • Não é permitido fixar ou pendurar decorações nos móveis e bancos, com grampos ou outros objetos perfurantes ou adesivos, não utilizar fitas adesivas ou outro material semelhante nas paredes e no piso;
  • Não é permitida o uso de passarela espelhada.

 

QUANTO À FOTOGRAFIA E FILMAGEM:

  • Os profissionais devem agir de forma discreta, sem chamar atenção dos noivos e tirando a atenção ao sentido da celebração do matrimônio;
  • Solicita-se aos profissionais que usem vestimentas adequadas ao ambiente.

 

QUANTO À SONORIZAÇÃO:

  • Os equipamentos só poderão ser montados a partir das 08h30 para o matrimônio das 10h30 e a partir das 13h30 para o matrimônio das 16h00;
  • Devem ser executadas músicas compostas para uso na Igreja (sacras, religiosas);
  • Solicita-se aos profissionais que usem vestimentas adequadas ao ambiente.

 

QUANTO AO CERIMONIAL:

  • A pastoral familiar irá acompanhar a cerimônia;
  • A equipe da pastoral familiar não executa a função de cerimonialista do matrimônio;
  • O início do cortejo não pode ser adiado por atrasos de padrinhos, pais ou damas/pajens;
  • Só é permitido a entrada de uma dama/pajem (para as alianças) na hora da cerimônia, os demais devem entrar todos antes da noiva;
  • Não é permitido jogar arroz, pétalas de flores, bombas de papel, bolinha de sabão, sparklers ou qualquer outro objeto;
  • Não é permitido o uso de balões de gás;
  • Ter no mínimo 1 casal de padrinhos e no máximo 8 casais (16 pessoas). Pessoas de vivência religiosa, de preferência casados na Igreja. Deverão ocupar os primeiros bancos e não mais os lados ou atrás do altar, e os pais também;
  • No presbitério somente é permitida a permanência do padre/diácono;
  • Não é permitido colocar buquê ou outro material sobre a mesa do altar;
  • O cerimonialista deve sempre agir de forma discreta, evitando atrapalhar a cerimônia;
  • Durante a celebração sugere-se que o cerimonialista permaneça próximo ao presbitério para qualquer eventualidade ou necessidade;
  • Não é permitido intervir na celebração, mudando, excluindo ou incluindo partes no rito;
  • Solicita-se aos profissionais que usem vestimentas adequada ao ambiente.